Crédito Automóvel: perguntas e respostas

11 de março de 2022

O crédito automóvel é uma modalidade de financiamento para a compra de carro novo ou usado e está enquadrada no regime de crédito ao consumo. Isto significa que tem de respeitar as taxas máximas definidas trimestralmente pelo Banco de Portugal.

Saber como funciona o crédito automóvel é essencial para conseguir um crédito competitivo. Apresentamos, por isso, um conjunto de perguntas e respostas que o podem ajudar a escolher o crédito que mais se adequa a si, às suas necessidades e ao seu orçamento.

5 perguntas e respostas sobre crédito automóvel

1. Como funciona o crédito automóvel?

O recurso ao crédito automóvel é uma solução para quem quer comprar carro, sobretudo porque pagar a pronto não é uma opção para a grande maioria das famílias. E é, aliás, uma das mais simples de obter. Além da possibilidade de ter acesso a 100% do financiamento, os prazos de pagamento também são muito atrativos, existindo entidades bancárias, como o Banco CTT, que estendem os prazos até aos 120 meses.

Outras das vantagens é o facto das taxas serem reguladas pelo Banco de Portugal, havendo por isso limites às taxas máximas que lhe podem ser cobradas.

Tal como em outros tipos de crédito, o nosso conselho é que compare ofertas antes de assinar qualquer contrato. Analise com cuidado as condições de financiamento que o stand lhe vai querer vender, até porque muitas marcas de automóveis apresentam como incentivo à compra, a facilidade na concessão do crédito.

Lembre-se que o stand é um intermediário de uma determinada instituição financeira e, por isso, é natural que ganhe uma comissão sobre o crédito. Além disso, as taxas de juro poderão ser mais elevadas. Faça uma pesquisa das ofertas disponíveis no mercado antes de tomar uma decisão final. Só assim saberá se está a contratar um crédito competitivo e que se adapta às suas necessidades.

2. O que é a reserva de propriedade?

Ao recorrer ao crédito para comprar carro, o registo do automóvel fica em seu nome e não tem que pagar uma entrada inicial, mas a entidade bancária que lhe concede o financiamento pode fazer uma reserva de propriedade sobre o mesmo. Em termos simples, isto significa que o Banco regista na conservatória um direito sobre o ativo. Caso falhe o pagamento das prestações, o Banco fica-lhe com o carro. Tal como o nome indica, a reserva de propriedade é uma garantia que o Banco tem sobre o dinheiro que empresta.

No crédito automóvel sem reserva de propriedade, a entidade financeira não tem qualquer direito sobre o carro, assumindo um risco maior sobre o financiamento.

3. Como escolher o melhor crédito automóvel?

Compare as ofertas de mercado disponíveis e analise com atenção toda a documentação que lhe é apresentada. Na Ficha de Informação Normalizada (FIN), documento que as entidades bancárias são obrigadas a disponibilizar ao cliente, encontrará a informação necessária para tomar uma decisão informada.

 Os indicadores a ter debaixo de olho em cada proposta de crédito são a TAEG e o MTIC (Montante Total Imputado ao Consumidor). Em condições idênticas opte sempre pela proposta que tiver a TAEG mais baixa. Recorde-se que a Taxa Anual Efetiva Global inclui todos os encargos do crédito, desde os juros às comissões.

A este propósito, frisamos que o valor da prestação mensal nem sempre é um bom indicador na comparação de propostas. Lembre-se que baixas prestações mensais são, na maioria das vezes, sinónimo de créditos caros.

Mesmo sabendo que o valor da mensalidade pode ser decisiva para a gestão do seu orçamento mensal e taxa de esforço, deixamos aqui este alerta. Lembre-se que é o MTIC o indicador que lhe diz efetivamente quanto lhe custará o crédito.

4. O que é preciso para fazer um crédito automóvel?

 O crédito automóvel pode ser solicitado online ou presencialmente, junto do seu Banco.

Por norma, os documentos que terá de apresentar são os seguintes:

  • Cartão de Cidadão;
  • Última declaração de IRS (se for trabalhador por conta própria);
  • Três últimos recibos de vencimento (se for trabalhador por conta de outrem);
  • Comprovativo de morada;
  • Comprovativo de IBAN.

5. É possível fazer um crédito auto para automóvel elétrico?

Sim, é possível. Aliás, se está a pensar comprar um carro amigo do ambiente, o Banco CTT tem condições especiais de financiamento para Crédito Auto Novo Elétrico, nomeadamente:

  • Reembolso de 24 a 120 Meses;
  • Montantes a partir de 5.000€ até 50.000€;
  • TAN de 5,00%;
  • TAEG de 5,7% até 7,2%;
  • Além do veículo, possibilidade de inclusão de carregadores, transformadores e outros componentes de set-up;
  • Entrega de documento comprovativo: Fatura Proforma / registo de matrícula (DUA).

Além disso, para maior comodidade e rapidez no processo, pode contratar o seu Crédito Auto Novo Elétrico através dos canais digitais (app e homebanking) do Banco CTT.

 

Conheça as vantagens competitivas do crédito automóvel Banco CTT

O Banco CTT tem uma oferta de crédito automóvel com as seguintes vantagens:

  • Financiamento a 100%, de 5.000€ a 50.000€;
  • Prazos de 24 a 120 meses;
  • TAN desde 4,75% e TAEG desde 6,3% para veículos novos;
  • Taxa e mensalidade fixa durante todo o contrato;
  • Sem reserva de propriedade;
  • Simples: pode fazer o seu pedido de empréstimo automóvel online;
  • Rápido: financiamento em 48 horas após receção do contrato;
  • Seguro facultativo de proteção ao crédito com cobertura de desemprego e vida.

Faça uso do nosso simulador de crédito automóvel para saber qual a prestação mensal do seu crédito e peça o seu crédito online!