Quer que o seu Crédito à Habitação seja aprovado em apenas 3 passos?

Como conseguir o empréstimo para comprar a casa de sonho pode ser sinónimo de muita inquietação, mas nós queremos mudar esta ideia! Juntamente com os nossos clientes e especialistas reunimos para si algumas das melhores dicas para conseguir o seu Crédito Habitação sem blá blá blá.

1. DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

O Crédito Habitação é um processo associado a várias burocracias. Existe apenas uma fase de aprovação do crédito habitação que se podem prolongar por mais de dois meses. Por isso, nunca é demasiado cedo para se começar a organizar com antecedência, tornando o processo mais rápido. 

Deste modo, aquilo que aconselhamos sempre aos nossos clientes é que reúnam toda a documentação necessária para solicitar o Crédito Habitação (link para guia de CH), acelerando todo o processo.

2. PERFIL DO CLIENTE

Este ponto é fulcral para aprovação de um Crédito Habitação. Possuir um vínculo laboral ou uma situação financeira estável é meio caminho andado. Os nossos especialistas vão analisar se os titulares conseguem cumprir com o pagamento da prestação mensal, inclusivamente num cenário em que as Taxas de Juro subam. Os principais fatores que os nossos especialistas analisam para definir a estabilidade profissional são por exemplo a antiguidade, o tipo de contrato de trabalho ou a qualificação da profissão.

É muito importante que o encargo com o Crédito Habitação não supere os 35% ou 40% do rendimento do agregado familiar. O Banco CTT pretende assegurar que existe concessão de crédito habitação responsável, que não vá além da capacidade creditícia dos clientes (crédito responsável).

Se possuir outros créditos, os nossos especialistas aconselham a liquidá-los para não prejudicar a Taxa de Esforço (o peso que o encargo com o Crédito Habitação representa no rendimento total)!

3. MONTANTE DISPONÍVEL PARA DAR ENTRADA

Este é provavelmente o ponto mais importante. No cumprimento das melhores práticas e recomendações do Banco de Portugal o financiamento máximo para 90% do valor da compra (com exceção dos imóveis detidos pelos bancos) mas a média anda à volta dos 80%!

Assim sendo, é estritamente necessário ter disponível um montante de entrada antes de pensar em fazer um Crédito Habitação. Aconselhamos a que tenha sempre disponível pelo menos 10% do valor da aquisição para dar entrada.  

Encontrar um Crédito Habitação adequado às suas necessidades poderá levar diversos meses, mas procurar o aconselhamento de especialistas qualificados é essencial! A nossa equipa de especialistas está disponível para aconselhar direcionando-o para o cenário que mais se enquadra com a sua capacidade financeira!

Deixe as dores de cabeça e todas as burocracias para os nossos especialistas e embarque num processo sem blá blá blá.